domingo, 30 de janeiro de 2011

Não tenha medo de SER...o SER é o que liberta!








Existe uma diferença entre quem a gente acha que é e entre quem realmente somos. Tem gente que se olha com os olhos de culpa, que se acha menos, tem gente que se olha e se vê grande, realizado, e tem gente que não se olha. A gente vive e não acha equilíbrio entre quem somos. Porque tem erro que a gente não reconhece, tem dor que a gente acha que esconde e que todo mundo sabe, tem magoas que a gente carrega e vivemos sem saber que o outro também tem um bocado delas. 

Que todos nós somos diferentes, isso não é novidade, mas parece que mesmo assim a gente esquece. E espera que o outro entenda nossas frustrações, e espera que o outro nos ligue as 4:00 da manhã pra dizer que sente saudades, e espera que o outro faça um convite irresistível, e você, o que você fez pelo outro, o que você fez por você mesmo. O que a gente esquece, é que o outro às vezes está tão confuso quanto à gente.

Por isso eu acredito que pra se viver bem, não existe fórmula melhor do que ser TRANSPARENTE. Seja você mesmo (frase pronta), mas é verdade, chega desse papo de esconder o que sente, de tentar ser melhor do que é, a gente é quem é e ponto final. Seja sincero com você, com os outros e com os seus próprios sentimentos.

Esquece essa conversa de azar, de que as coisas nunca dão certo pra você. Ninguém se aproxima de pessoas pessimistas e que não acreditam nelas mesmas. Às vezes é difícil, eu sei disso, mas a gente não pode desistir da gente, por ninguém e por nada desse mundo. Eu também não sou quem sou o tempo todo, às vezes eu finjo ser mais forte, às vezes eu finjo até ser mais sensível, às vezes eu minto, pra mim, pros outros. Mas eu to tentando voltar pra mim, porque bem aqui dentro eu sei o que me tira o sono e o que me adoça a boca. Depois de um tempo ausente, a gente até esquece o que fere de verdade, e o que a gente acha que deveria ferir.

Não perde mais tempo, para de sofrer pelo o que não aconteceu ainda e vive hoje, e desfruta do que há de melhor. Não engole mais essa conversa fiada de que quem não ama, não sofre. E de quem tem amor no peito é o mais feliz do mundo. Solidão não é sinônimo de felicidade, assim como companhia também não.

Se você quer corre atrás, demonstra, vira o mundo de cabeça pra baixo, vai até aonde o coração aguenta e a razão permite. Só não se culpa se não der certo, é melhor viver com uma tentativa fracassada no peito, do que com uma idéia do que poderia ter sido, e nunca foi.

Tome nos braços suas dores, e cure-as, tem cura, tem sempre cura. Coloque suas alegrias estampadas no rosto, junte tudo que há de mais bonito, e vá em frente. Não deixa de acreditar e pelo amor de deus viva um dia de cada vez.



10 comentários:

Mila Lopes disse...

Olá Thaisa!

Muito belo seu texto...

"tem dor que a gente acha que esconde e que todo mundo sabe...

Pura verdade, sempre queremos nos enganar,e, muitas vezes com a verdade estampada em nossos rostos...

Bjs linda

Mila Lopes

Letícia Arruda disse...

Bom dia =D
Obrigado pela visitinha no meu blog eu tb gostei muito do seu texto !!!
To te acompanhado, me acompanha tb !!
Abração!!!

Letícia Arruda disse...

Bom Diaaaaa =D
Têm selinho pra vc no meu blog !!
Abração pra vc e bom começo de semana !!!

Tania T. disse...

Ahh.. esse post é uma lição!!

Tenho que aprender a viver um dia de cada vez, chega de sofrer por antecipação!! rsrs'

E você tem toda razão, afinal! Ser nós mesmas.. tentar, arriscar!! E é verdade, é muito melhor viver com uma tentativa fracassada no peito do que com o arrependimento de não tentar.

Lindooo!! Amei!

Senti sua falta!! Tava sumida!

bjoo

Josiane Belaver disse...

"E espera que o outro entenda nossas frustrações, e espera que o outro nos ligue as 4:00 da manhã pra dizer que sente saudades, e espera que o outro faça um convite irresistível, e você, o que você fez pelo outro, o que você fez por você mesmo."

Oláá, nossa, adorei essa frase!!!!
Fiquei pensando nisso ... Eu sou assim =/ e agora analisando melhor, não é uma coisa mto legal, adoreei o texto!
E obrigada por me visitar, volte sempre xD
q eu volto tbm, beijo beijo.

ILIKE CHOPIN disse...

Sempre digo que não somos o que pensamos ou que os outrso pensam, porque de fato , não sabemos a nossa capacidade, seja para o bem ou mal.Faço e digo coisas , de forma totalmente irracional, e que depois vem uma carga de culpa insurpotavel, passa-se algum tempo lá estou a " inocente a cometer os mesmo erros.Isso e muiot frustante. Considero-me uma desiquilibrada, quase insana. E por conta dessa insanidade não consigo me encontrar, ter momentos tranquilo , felizes pleno. Estou sempre a errar de forma quase infantil.Porém devo resaltar que sou muito gente boa...(rs)

Priscilla Cavazzotto disse...

E seguir assim sempre!
Beijos meus e um lindo dia pra ti!

Viagem Sem Retorno disse...

Gostei...

Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

E.R. disse...

Brincar de mentira e
realidade pode ser fatal!
Por um momento me fez reflectir sobre tantas...




Um beijão.

LÕRÉÑÁ - disse...

Menina que belas palavras*o*
Nossa me identifiquei muito com seu blog !
este é o meu
http://sao-coisas-de-garotas.blogspot.com/
bjoos. de sua NOVA seguidora ;]