quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sou do tipo que só o amor entende.





Meu coração quando sofre, sangra, arde, tenho mania de exageros, de dores daquelas que secam as lágrimas. Meus amores são intensos, me entrego fácil, me apego mais fácil ainda, pra mim difícil é o fim, a solidão, o ter que dar adeus, sou mais do tipo que prefere prolongar aquele fim de sonho, do que aceitar que não tem mais jeito. Eu sou fissurada por amor, por isso eu me canso, me mato, me parto sempre em migalhas e continuo acreditando, desejando, me entregando.

Eu sei, eu brinco mais do que deveria. Sou igual criança que chora quando ouve “não”, e eu choro demais. Bem, amor pra mim tem que ser daqueles que a gente toca, que toma seu espaço na cama, que tem defeitos, que tem a boca manchada da cor do seu batom, amor pra mim tem que ser real.

Eu corro atrás, é tenho uma cara de pau que me envergonha, falo o que quero, o que dá na telha, o que sinto, depois, bem depois nada melhor que a cama quente, colo de mamãe e o ouvido das amigas. Mesmo assim eu continuo sendo intensa, como só quem ama sabe ser, e eu amo, amo muito, amor daqueles sem dono.

Sou uma sonhadora incurável, às vezes me pergunto em que parte eu esqueci que deveria ter crescido. Eu abraço pra demonstrar que me importo, beijo porque tenho desejo, pego na mão pra dizer que você tem com quem contar, olho nos olhos como sinal de confiança, agora se eu sorrir pra você sem motivo então tem um pedaço enorme de você que já não sai de mim. Do que eu preciso é de alguém que tenha uma reserva de energia pra aguentar a louca que sou.

9 comentários:

Priscila Rôde disse...

Um amor que te torne um alguém melhor do que já é!

Fernanda disse...

A intensidade com que sentimos as coisas talvez nos faça sofrer muito,porém ela também é resposável pelas nossas maiores alegrias.
Amei o texto.
Beijos =*.

Por que você faz poema? disse...

Coração não tem lógica,
é pra sangrar mesmo,
jorrar até não poder mais.
Quem tiver paciência o terá
para sempre.

Belle disse...

O amor ao meso tempo qu nos traz uma felicidade plena, nos traz tb dor, mta dor.. porém são fases.. então mesmo tendo o lado negativo, prefiro morrer de amor... e continuar como vc.. sempre sonhadora!!!
Bjos

Athila Goyaz disse...

Hehe
é assim mesmo, a gente sofre sofre sofre... só quem ama sabe!
Muito lindo o seu texto!
bjus

suraia disse...

Meuu amorrrr...
Tenho uma admiração enorme por você e seus textosss!!!!!
ta demaissss
Adoreiii

legal disse...

Parabéns pelo seu blogger, gostei muito, ser você quiser me visita no meu blogger tem bastante coisa legal, tem game para meninas, do game isa tkm jogos, moranguinha jogos, relógio e calendário com sua foto, album foto, poema, poesia, frases, musica, radio, msn nick, mario bros, mapa do google, cria texto avatar, curso de inglês, japonês, italiano, hebraico, chinês, bbb10, torpedo grátis, etc...

http://bloglegalnovo.blogspot.com

Espero que você seja meu seguidor

Mila disse...

Se só o amor te compreende saiba que nele há razões que a própria razão desconhece...
Adorei seu espaço Thaisa, etarei te seguindo...
Visite-me, adoraria receber você no meu espaço...
Bjs com carinhos
Mila

Patrícia Lara disse...

Olá, Thaísa!

Te encontrei pelo blog da Priscila e simplesmente adorei o seu espaço. Parabéns pelos escritos! Vc tem toda razão quando diz:

"Eu sempre tive sede de verdade, até descobrir que todo romance é um pouco mentira, eu prefiro mais um amor que seja daquele “eterno enquanto dure”, do que das palavras inventadas que te fazem acreditar em amores pra sempre."

É... como diz o ditado: Depois de sofrer e sofrer por amor assim, nos resta apenas recolher o que sobrou e seguir, né?

E por falar em seguir... sigo-te!
Beijos
Patrícia Lara