terça-feira, 25 de setembro de 2012

Enquanto as regras prendem, o amor de verdade LIBERTA!








Não sei em que parte esse mundo se perdeu, mas vejo que hoje em dia felicidade virou artigo de vitrine em   fotos e status, enquanto nos metemos cada vez mais em relacionamentos conturbados, desses então podemos dizer que viraram quase lista do que fazer e não fazer: 7 passos pra manter ele na sua, 10 erros que você não pode cometer no primeiro encontro, 20 atitudes que podem fazer seu romance evoluir pra algo mais sério  e as listas continuam e os textos de autoajuda não param. Não se engane comigo, eu também leio um monte dessas coisas, leio horóscopo sem acreditar, me questiono se será que simpatia não dá certo e fico refletindo senão existe mesmo essas tais regrinhas básicas da conquista. Quer saber não nego que a maioria dos conselhos dados nesses textos de autoajuda são mesmo verdadeiros e funcionam, claro que funcionam, eles ditam um modelo de mulher que todo homem quer e vice e versa, mas a minha pergunta é: No amor há realmente regras? 

As regras prendem, de um lado as mulheres precisam ser santas e ousadas e do outro os homens precisam ser doces e fortes. Eles dão o primeiro passo e elas não ligam no dia seguinte. Não se iluda nessa mesma era da modernidade, da liberdade de expressão ainda tem homem que acha que ele precisa pagar todas as contas dos encontros e muita mulher encucada com a ideia de tomar a iniciativa. 

Acredito mesmo que o que funciona em um relacionamento não funciona nada no outro. As pessoas são diferentes e a gente tá cansado de saber disso. Acho que mulher de verdade gosta de ser tratadas bem, com carinho e atenção e sem esses seus sumiços que nos deixam loucas, ouça bem loucas e não apaixonadas, saí pra lá com essa história de que se pisar ela gruda e gosta, já saímos da adolescência e se você gosta me desculpa, mas talvez você ainda esteja vivendo lá. 

Eu acho mesmo que o gostoso do relacionamento é a falta de regra, a liberdade de ser quem é, não que não haja coisas que devam ser mudadas para a nossa evolução interior não pra agradar apenas o outro, mas para nos tornarmos seres humanos melhores. Há um prazer incrível e pleno em conquistar alguém sendo verdadeiro, porque uma hora meu amigo, todas as máscaras caem. 

3 comentários:

silvioafonso disse...

.



Ela era forte, tão forte
que não se humilhou quando
o marido, com toda ou nenhuma
razão a deixou na direção da
casa e da vida que o destino
conturbou.

Confira amanhã, 28, no meu
blog.

Isso me dará prazer.

silvioafonso






.

Litiane Marguerita disse...

Amei seu texto. Realmente, as pessoas se enquadram cada vez mais em regras, modelos e tipos, e se esquecem que a delícia de uma relação é que ela sempre é única. Muito bom!

Vivian Loreti disse...

Muito bom.